Parto Hospital Mãe de Deus - Porto Alegre

Nascimento do Matheus

Relato de parto do Matheus.

Cada história reserva a sua própria história, o seu próprio momento - era novembro do ano passado quando começamos a conversar sobre o registro do nascimento do Teteu. 

"Minha vida renasceu dia 18/03/2019 as 19:28.

E tudo começou 2 dias antes com dores e pouca dilatação, depois de passar por 3 hospitais públicos e sermos mandados embora por não quererem induzir o parto, e também por que  o Matheus já tinha completado 41 semanas e estava com 4 kg - meu obstetra havia indicado a indução. E o mais chocante porque a gente não morava nas cidades dos hospitais, em que fomos.  Nosso emocional estava começando a desmoronar, fomos as lágrimas, tivemos que partir para o plano B "a temida cesárea" com o meu médico.

Sempre imaginei meu parto o mais natural possível, mas não foi assim que o Teteu escolheu.

Bom, após todo sufoco, foi marcada a Cesária para as 18h do dia 18.

Eu e o André estávamos numa sintonia fora do normal, nunca sentida antes por mim, e acredito que por ele também. Escorria amor, carinho, beijos e cumplicidade entre nós! Caminhamos até a sala de parto rindo, felizes com aquele momento! "Que dia senhores!!"

Entrei sozinha para tomar a anestesia, a enfermeira me passou tanta segurança que não senti nadinha de dor. Quando o Dr começou o procedimento eu sentia todos os movimentos e nada de dor, essa é uma sensação muito louca. Mas quando o Dr. disse que ia baixar o pano que ele ia nascer, minha pressão subiu para 17/18 (tenho pressão baixa) e meu corpo tremia todo. Uma sensação de adrenalina, com amor, medo e ansiedade. Logo depois você chegou!

E naquele momento senti como se o tempo estivesse parado, só prestava atenção no seu choro, seu cheiro, e se era perfeito! Só agradecemos a Deus pela tua saúde e por estar vivendo tudo aquilo.

Matheus, nosso presente se Deus!"